Probióticos e Ansiedade


Houve um interesse crescente em entender o efeito terapêutico da microbiota intestinal na saúde, particularmente na saúde mental. No entanto, pesquisas limitadas sobre a conexão entre microbiota intestinal e saúde mental tornam este estudo um importante esforço para explorar o efeito da microbiota intestinal, por meio de intervenção probiótica, na saúde mental, como ansiedade e fatores relacionados à ansiedade (por exemplo, controle da ansiedade, afetar , regulação negativa do humor e preocupação).
????
86 Estudantes universitários saudáveis com idade média de 20,59 anos, participaram de um estudo duplo-cego, placebo-controle e randomizado. Após 28 dias de ingestão diária, os participantes retornaram para concluir sua pesquisa de saída.
????
Sabemos que a a melhora da ansiedade é MULTIFATORIAL, mas, observaram-se probióticos na melhoraria da ansiedade de pânico, ansiedade neurofisiológica, afeto negativo, preocupação e aumentar a regulação negativa do humor. Os participantes com alto sofrimento relataram maior número de melhorias do que aqueles com sofrimento normativo.
????
No geral, este estudo é o primeiro a examinar o efeito da UFC e a contagem de espécies na eficácia dos probióticos. A descoberta do estudo sugeriu que os probióticos podem ter o potencial terapêutico para tratar a ansiedade, no entanto, mais pesquisas são necessárias para fazer essa determinação, e os probióticos que temos mais estudos positivos até a presente data São: Lactobacillus rhamnosus e Lactobacillus plantarum. CUIDEM DO SEU INTESTINO !! E procurem um profissional, probiótico não é pra todo mundo !!
1. J Affect Disord‪, 2019 Jun 1‬. The Gut-Brain Relationship: Investigating the Effect of Multispecies Probiotics on Anxiety in a Randomized Placebo-Controlled Trial of Healthy Young Adults
2. 2018 Mar 1. A Meta-Analysis of the Use of Probiotics to Alleviate Depressive Symptoms

#probioticos #ansiedade #alimento #map #alimentacaosaudavel #microbiotaintestinal #intestino #cerebro